Nossas pastorais e movimentos

PASTORAIS

Pastoral Catequética

A Iniciação à Vida Cristã visa transformar a fé inicial em uma fé progressivamente, cada vez mais convicta e comprometida. No processo vai se fortalecendo o encontro pessoal com Jesus e com o Evangelho de maneira mais intensa através de uma experiência fascinante (DAp n. 277), que leve a uma adesão, comunhão e intimidade plena com Ele, caminho, verdade e vida (Jo 14, 6).

O processo de Iniciação à Vida Cristã tem como inspiração o catecumenato que não se limita à celebração dos sacramentos, mas a um progressivo mergulhar no mistério.

Pastoral da Acolhida

Tem como objetivo incentivar a cultura e a espiritualidade do acolhimento, criando uma postura educacional para lidar com as pessoas, com as situações e mesmo com o mundo que vivemos.

Pastoral da Caridade


Pastoral da Comunicação

A pastoral tem como maior objetivo aproximar as pessoas da vida paroquial, tem também o objetivo de estruturar a comunicação na paroquia, com recursos e pessoas, tornando as informações sobre os eventos mais claras e mais presentes no cotidiano, tornando assim a Igreja mais presente nas redes sociais e atingindo cada vez mais pessoas.

Assim como disse o Papa Francisco: "No projeto de Deus, a comunicação humana é uma modalidade essencial para viver a comunhão. Imagem e semelhança do Criador, o ser humano é capaz de expressar e compartilhar o verdadeiro, o bom e o belo."

Pastoral da Criança

O objetivo da Pastoral da Criança é promover a vida, combatendo a mortalidade infantil por diversas causas, que ocorrem em sua grande maioria dentro dos primeiros 30 dias de vida. Com o auxílio de material educativo, formações e momentos de espiritualidade, os missionários são preparados para ser multiplicadores sobre aleitamento materno, alimentação saudável, sustentabilidade, educação e cidadania.

Além das ações básicas, visitas domiciliares, celebração da vida, acompanhamento nutricional e reuniões de reflexão e avaliação, temos ações complementares de brinquedos e brincadeiras e articuladores de saúde.Todas as ações visam o desenvolvimento integral das crianças.

Pastoral da Juventude


Pastoral da Liturgica

A Pastoral Litúrgica que organiza nas comunidades o modo pelo qual as pessoas organizam seu culto a Deus, nas mais diversas expressões: missas, celebrações da palavra, procissões e outros meios. Em cada momento de encontro com Deus o povo cristão é chamado a fazer um gesto com sentido, sentido que exprima a maravilha do encontro com Deus, encontro que fortalece e permite ao povo vencer as suas dores e se rejubilar com aquele que anima cada dia.

No ano de 2018 foi lançado o Diretório Diocesano de Liturgia, que orienta as ações neste campo em toda a diocese.

Pastoral da Saúde

A Pastoral da Saúde realiza um trabalho Pastoral que se divide em três dimensões. São elas: Dimensão Solidaria, Comunitária e Política institucional.

Cada dimensão tem um trabalho específico:
Dimensão Solidária – faz o trabalho de evangelização levando o conforto espiritual aos enfermos, nos hospitais do grande ABC, público e privado, nas casas de repouso, e nas casas dos doentes;
Dimensão Comunitária – desenvolve um trabalho de prevenção as situações de saúde, marcando palestras com médicos e enfermeiros para tratar assuntos preventivos das doenças existentes.
Dimensão Política Institucional – presença da igreja através de seus agentes nos Conselhos Municipais de Saúde, Conselhos das Instituições de Saúde Pública.

Pastoral do Batismo


Pastoral do Dízimo

É a ação eclesial que tem por finalidade motivar, planejar, organizar e executar iniciativas para a implantação e o funcionamento do dízimo, e acompanhar os membros da comunidade no que diz respeito a sua colaboração, em sintonia com a pastoral de conjunto na Igreja particular. Tendo como finalidade a organização do culto divino, promoção do sustento do clero e dos demais ministros e prática das obras de apostolado e de caridade, principalmente em favor dos pobres.

Pastoral do Migrante

O trabalho da Pastoral do Migrante está focado em acolher, promover e integrar os migrantes que chegam no Grande ABC. Durante todo o ano participamos de formações Diocesana com os agentes de pastoral, sob a coordenação e direção do Padre Jean Dickson.
A Pastoral colabora com os trabalhos na Casa do Imigrante, em Santo André, ajudam na manutenção, doação de materiais de limpeza e higiene, cesta básica para as famílias mais necessitadas, entre outras necessidades da casa. Os imigrantes têm o apoio necessário para tirar documentação, participam de aulas da língua portuguesa, utilizam os computadores para conversar com seus familiares e participam de um programa de colocação de emprego. A maioria dos assistidos são de origem haitiana.

Pastoral dos Coroinhas e Cerimoniários

Nesta pastoral as crianças, jovens e adolescentes são convidados a doar o tempo de sua vida para testemunhar Jesus Cristo e viver em intimidade com Ele no serviço ao altar, auxiliando o padre durante, antes e após as celebrações. A exemplo de São Tarcísio, padroeiro dos coroinhas e cerimoniários, tem como missão viver a Eucaristia, viver Cristo em todos os momentos da vida.

Pastoral Familiar

A Pastoral Familiar é um serviço que se realiza na Igreja e com a Igreja, tendo como objetivo fortalecer e dar apoio às famílias a partir da realidade que se encontram, despertando nelas a importância dos valores cristãos para a vida da pessoa humana, que deve ser respeitada desde seu início até o fim natural.

Pastoral Missionária

Pastoral Vocacional


GRUPOS, MOVIMENTOS E NOVAS COMUNIDADES

Apostolado da Oração

Recentemente elevado pela Santa Sé à categoria de Obra Pontifícia, o Apostolado da Oração é um serviço à Igreja que tem a missão de rezar pelo Papa. Por isso, na aprovação de seus novos estatutos, ele foi inserido numa iniciativa mais ampla, chamada Rede Mundial de Oração pelo Papa, da qual podem participar todos os católicos em diferentes níveis.
A Rede Mundial de Oração do Papa está ao serviço de pessoas e grupos que, por todo o mundo, em países e dioceses muito diversos, assumem a oração como uma forma de apostolado e, em particular, acolhem as Intenções mensais de oração propostas pelo Santo Padre à Igreja como tema ou conteúdo da sua oração pessoal ou em grupo, colaborando, desta forma, com a missão da Igreja de se colocar ao serviço dos desafios da humanidade.

Capelinhas Missionárias de NSRA. Aparecida


Comunidade Coração Sagrado


Grupo de Teatro São José


Grupo Esperança Viva

É um grupo de autoajuda, ligado às Fazendas da Esperança. Eles existem em todo o Brasil e em outros 10 países. Hoje são centenas de GEVs que envolvem milhares de pessoas que se reúnem para aprofundar a vida e a espiritualidade da Fazenda da Esperança. Quando um jovem deixa a Fazenda onde viveu por 12 meses, e vai viver sua sobriedade na sociedade, precisa de apoio e de um grupo onde possa receber alimento espiritual.

Os GEVs se reúnem regularmente, por algumas horas, onde se aprofunda um aspecto da nossa espiritualidade, contam experiências vividas com o evangelho, se reza, canta, se aconselham mutuamente, e sobretudo, experimenta-se aquele clima de família que existe em nossas comunidades.

Encontro de Casais com Cristo – ECC

O Encontro de Casais com Cristo – ECC – é um serviço da Igreja Católica, em favor da evangelização das famílias, primeiro núcleo de evangelização, “Igreja Doméstica” e “Santuário da Vida”, e para despertar os casais para as pastorais paroquiais, devidamente integrados à Pastoral de Conjunto da Diocese.

Movimento Apostólico de Shoenstatt

Movimento eclesial, a finalidade da Obra de Schoenstatt coincide inteiramente com a finalidade da Igreja: evangelizar, a fim de que surja o homem novo em Jesus Cristo e o Reino de Deus se instaure na terra.

Movimento da Renovação Carismática Católica

A Renovação Carismática Católica acredita que a ação do Espírito de Deus não se restringiu apenas a uma época, pois Ele renova sua Igreja diariamente. Somos um Movimento que tem testemunhado, para a glória de Deus, vidas sendo transformadas, famílias sendo restauradas. Pois acreditamos firmemente que a única cultura capaz de fecundar a civilização do amor é a Cultura de Pentecostes.

Movimento do terço dos homens

O terço dos homens é um movimento leigo, que reúne homens de idades variadas, adultos, jovens, crianças e idosos; das mais variadas classes sociais, como assalariados, profissionais liberais, funcionários públicos, médicos, juízes, professores, lavradores e outros. Muitos padres e bispos rezam o Terço com estes grupos semanalmente, mas não são os dirigentes e nem coordenadores, cabendo estas funções aos leigos.

Movimento Focolares

O Focolares ou Obra de Maria é um movimento de leigos e leigas dentro da Igreja Católica, que nasceu na Itália em 1947, tendo como fundadora Chiara Lubich. Seu carisma é a Unidade – “Que todos sejam um”.

O movimento está espalhado pelo mundo todo e nas sete cidades da Região do ABC. Possui cerca de 70 membros entre crianças, adultos, consagrados e leigos.

Movimento Mães/ Madrinhas/Pais/ Padrinhos Orantes pelos Sacerdotes

O Movimento Mães/ Madrinhas/Pais/ Padrinhos Orantes pelos Sacerdotes, surgiu no ano de 2009, “o Ano Sacerdotal”, a pedido de Dom Nelson Westrupp, hoje bispo Emérito da Diocese de Santo André.

Este Movimento tem como missão: dedicar nossa oração por nossos amados Sacerdotes, estando em grupos cada um, em sua data específica ou a sós no dia a dia, suplicando ao Senhor pela Santificação de todo o Clero, em particular pelos de nossa Diocese, porém, intercedendo também pelo Clero do mundo todo. É seguido um Roteiro mensal para auxiliar nas orações e meditações, contendo também informações diocesanas para serem colocadas em intercessão.

Movimento Vicentinos


Oficinas de Oração e Vida

O objetivo das Oficinas de Oração e Vida é levar o Deus vivo e verdadeiro aos corações das pessoas.

Trata-se de um serviço dentro da Igreja, que, fundamentalmente, entrega aos fiéis um método prático para aprender a orar, e orar de maneira ordenada, variada e progressiva: desde os primeiros passos até às profundidades da contemplação. Visto que a oração, antes de tudo, é dom divino e graça, por outro lado, ela, ao mesmo tempo, por se tratar de uma atividade humana, é também arte; e, como arte, a oração está submetida às normas de uma aprendizagem metódica e progressiva.